Como criar uma persona para o seu produto ou serviço?

Quem nunca iniciou um projeto sem antes definir personas, que atire a primeira pedra.

Uma das maiores dificuldades no empreendedorismo é encontrar o cliente ideal para o negócio. Muitos empreendedores iniciam no mercado sem antes saber quem são os consumidores dos seus produtos.

Aprender a criar uma persona é o primeiro passo que todo(a) empreendedor(a) precisa dar para ter sucesso em seu negócio, seja um e-commerce, um comércio local, um projeto digital ou prestação de serviços.

E, dentro de tanto conteúdo que existe na internet, as pessoas ficam perdidas e confusas no meio das informações e acabam deixando de fazer uma boa pesquisa para desenhar o perfil dos seus clientes.

O que é Persona?

Como criar uma persona para produtos e serviços

Antes de qualquer coisa é preciso colocar uma definição nesse termo que é sempre mal interpretado no marketing.

Podemos dizer que persona é uma caracterização semifictícia da pessoa que representa seu cliente ideal.

Semifictícia porque ela é baseada em elementos reais do público como gênero, renda, carreira, região geográfica, problemas, necessidades reais, desejos, principais interesses (esportes, hobbies, viagens).

Ou seja, você vai criar uma personagem (inclusive dando nome e atribuições) e colocando nela todas as características REAIS que o público que está interessado no seu produto ou serviço possui no dia a dia.

Criar uma persona não é inventar uma personagem, é coletar informações do público real e colocar em uma caracterização que ajudará no direcionamento da sua criação de conteúdo e campanhas de marketing.

Diferenças entre persona e público alvo

É muito comum confundir persona com público alvo, afinal os termos são usados no marketing, mas é importante saber que eles não são a mesma coisa.

O público alvo é um grupo de pessoas que possuem características parecidas e que podem se interessar por um determinado produto ou serviço.

A persona é a representação da pessoa para quem seu produto ou serviço é essencial. 

Por exemplo: 

Público alvo definido para uma loja de roupas femininas:

Mulheres entre 18 a 60 anos, que moram na cidade do Rio de Janeiro, são apaixonadas por modas e que possui renda entre R$1.600 a R$7.000 reais. Neste cenário, as informações são mais genéricas, como: 

  • sexo,
  • faixa de idade,
  • localização,
  • poder aquisitivo. 

Persona definida para uma loja de roupas femininas:  

Podemos notar que dentro desse público mais “amplo e variado” somos capazes de encontrar dezenas de perfis de clientes, por exemplo:

  • mulheres que gostam de um estilo clássico e preferem se vestir de forma mais discreta;
  • outras buscam por roupas mais confortáveis e prezam pela praticidade;
  • e ainda tem aquelas que curtem calças pantalonas, jeans mais largos e blusas com muito brilho e por aí vai.

Então, nossa persona semifictícia é Julia!

Julia tem 38 anos, é jornalista, gosta de praticidade e ter peças-chave na hora de se vestir. Quando vai ao shopping, passa horas, às vezes o dia inteiro tentando encontrar algo do seu interesse e como Julia tem pouco tempo, tem o desejo de encontrar uma loja que venda roupas no estilo clássico, pois ela passa a maior parte do tempo no trabalho e gosta de vestir peças mais discretas.

O seu desejo é encontrar uma loja virtual que venda: camisas sociais, blusas minimalistas, calças, blazer, tudo em um só lugar, dessa forma ela economiza tempo, pois acredita que poderá aproveitar mais o seu tempo livre com a família e estudos.

Veja que dentro do processo de criar uma persona como Julia, foram levantados os seguintes aspectos:  

  • Estilo de um grupo de pessoas ( roupas clássicas e minimalistas);
  • Econômicos (sua persona precisa poder comprar seu produto/serviço);
  • Desejos (ter tempo livre para estudar e estar com sua família)
  • Problemas (pouco tempo para ir a uma loja comprar roupas)
  • Crenças (ela acha que vale a pena comprar em uma loja virtual, desde que isso lhe proporciona mais tempo livre para relaxar e estar com sua família).

Porque é tão importante criar personas para o negócio?

Como você viu no exemplo acima, é muito mais fácil desenvolver um produto, uma estratégia de marketing, personalizar uma experiência e criar conteúdo para a Julia, do que para um público mais genérico. Assim, criar uma persona é imprescindível para ajudar na criação de conteúdo que vai gerar valor e cativar o público que está mesmo interessado no seu produto ou serviço.

Com isso você terá mais elementos para tomar melhores decisões, melhorar seu produto e atender as necessidades reais do consumidor e que realmente vão fazer diferença para ele.

Outro ponto importante é que se dirigindo para uma pessoa específica, as chances de fazer vendas são muito maiores, do que se dirigir a um público maior e mais heterogêneo.

Dessa maneira, podemos dizer que a definição da persona fará com que seus esforços e investimentos em marketing sejam menores e mais direcionados e gerarão muito mais resultados positivos.

Outra coisa que a definição de persona proporciona é o relacionamento com o público, pois você saberá exatamente com quem está falando e, por isso, poderá utilizar uma forma de comunicação mais direta e assertiva. 

Lembre-se: Quanto mais tempo você demorar para criar uma persona para sua empresa ou negócio, mais gastará com campanhas de marketing e demorará muito mais tempo para ver resultados financeiros expressivos em seu negócio. E não existe outro caminho para construir uma audiência interessada no seu produto, a não ser conhecer bem o perfil do seu cliente.

Como criar uma persona?

Agora que você já viu a importância que a persona tem para seu negócio, está na hora de aprender como criar a sua. Vamos lá?

1. Conheça seu nicho de mercado

Como já falei antes, você não vai inventar uma persona, mas sim obter dados do público a qual se destina seu produto ou serviço.

Então é importante destacar todas as características do seu produto ou serviço, para identificar qual é o público perfeito para ele.

É primordial que você entenda seu negócio na totalidade, e antes de criar a persona do seu produto, é necessário identificar a demanda do seu mercado, resumindo, é preciso saber se existe público querendo o que você está oferecendo.

É por isso que antes de qualquer coisa, quando vamos montar um negócio, precisamos definir com exatidão qual será o nicho de mercado. Caso você tenha dúvidas sobre nichos, leia este post de Nicho e Subnicho: O que é, e como definir o seu em 6 passos.

2. Perguntas que deve fazer

Vamos continuar com o exemplo anterior para não confundir sua cabeça.

Imagine que você fez uma pesquisa de mercado e resolveu trabalhar com Moda Feminina e vender roupas.

Antes de comprar, ou produzir qualquer peça é preciso pesquisar informações a cerca dos clientes que são compradores potenciais dos seus produtos.

Com quem eu quero falar?

Com um público mais jovem, ou maduro?

Exemplo:

  • Adolescentes?
  • Mulheres de 20 a 35 anos?
  • Mulheres de 35 a 50 anos?
  • Mulheres com mais de 50 anos?

Veja, sempre é importante definir a idade do seu público, pois além de mostrar aspectos diferentes da persona (desejos e problemas), também mostra qual tipo de linguagem deverá usar nas suas peças de comunicação, e assim se conectar com as pessoas. 

Definida idade é importante encontrar mais alguns elementos específicos:

  • Para QUEM eu quero vender? (mulheres plus size, executivas, evangélicas, casadas, solteiras, gestantes, pós parto, etc.)
  • ONDE venderei meus produtos? (E-commerce, marketplaces, loja física)
  • QUEM SÃO meus concorrentes? ( virtual e local)

A partir das primeiras informações podemos começar a ter uma noção mais definida de quem é meu público ideal.

Mulheres de 35 a 50 anos, casadas, plus size e que moram em Guarulhos, São Paulo.

Veja, acima estão as características do público alvo, aquele que é mais abrangente.

Agora para criar uma persona mais definida precisamos de outras informações:

  • Quais são as dificuldades que este público tem ao comprar uma roupa?
  • Quais são suas necessidades?
  • Quais são seus desejos?
  • Existem diversas opções no mercado para elas? (análise de concorrência)
  • Se existem concorrentes, quais são as experiências dos clientes com os produtos?
  • Quais são os estilos de roupas que elas mais se identificam? Jeans, vestidos longos, curtos, roupa social, gostam de cores neutras, estampas, brilho e por aí vai?
  • Quais marcas elas gostam de usar?
  • Quais mídias sociais elas têm afinidades?

Quanto mais se aprofundar nas informações sobre o público, mais perto ficará de conhecer seu cliente ideal, tendo condições assim de perceber o que ela precisa e como poderá ajudar essas pessoas com seu conteúdo, serviço e produto.  

3. Faça pesquisas sobre o público

Faça pesquisas sobre seu público alvo

Para encontrar as informações sobre seu público é possível utilizar alguns métodos bem eficientes, veja:

  • Fazer pesquisas com seus próprios leads e clientes, caso já esteja com o negócio funcionando ( os clientes gostam de dar sugestões);
  • Pesquisar em sites como Reclame Aqui, Amazon, e outros marketplaces que vendam o produto que está querendo oferecer e veja as necessidades do seu público;
  • Analisar comentários que são deixados nas redes sociais, nas postagens da sua concorrência;
  • Facebook Audience Insights pode te ajudar a conhecer as preferências do seu público;
  • Frequentar grupos de foco e fóruns relativos ao seu nicho de mercado.
  • Utilizar o mapa de empatia ( serve para conhecer melhor as dores e necessidades reais dos clientes.) 

Sempre faça as pesquisas apenas em seu nicho de mercado, para não correr risco de se dirigir a um público que não se interessa pelo seu produto.

E como atrair o cliente ideal?

Como atrair as personas para a sua empresa

A melhor maneira de atrair público e manter ele interessado em um produto, ou serviço, é gerando valor para essas pessoas.

E, o jeito mais prático e funcional de fazer isso é criando conteúdo que ajuda a resolver os principais problemas e dúvidas, levando a pessoa de um ponto A até o ponto B.

Atualmente o público em geral está muito mais exigente, e por isso as campanhas de anúncios apenas com ofertas não atraem mais como antes, pois existe a possibilidade de escolher não assistir essas propagandas.

E dentro da jornada de compra existem momentos, e algumas pessoas ainda não estarão na hora de comprar, mas sim atrás de informações sobre o produto e se ele é mesmo bom.

Dessa forma, a melhor maneira de atrair e engajar essas pessoas é criar conteúdo bem estruturado e estratégico, com o intuito de colocar sua marca na mente das pessoas e leva-las pelo melhor caminho até a compra.

Sendo assim, você conseguirá que sua marca seja desejada, que tenha fãs ao invés de clientes, e pessoas que retornam várias vezes para comprar seu produto.

Conhecer bem a sua persona e gerar valor para elas é o caminho mais eficiente para construir negócios memoráveis.

Desejo que esse artigo possa guiar você de forma eficaz durante o processo de criar uma persona, e que a partir disso consiga ter muito sucesso em seu negócio.

Michelle Nascimento

Michelle Nascimento

Formada em TI e Social Media Estrategista de coração. Aqui é o espaço onde compartilho meus insights, experiências, testes, dicas, livros e mentores que me inspiraram na minha jornada. Conteúdos sobre marketing e empreendedorismo!

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Receba gratuitamente no seu e-mail conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital e Empreendedorismo.

Este post tem 2 comentários

  1. KATIA MARIA DE OLIVEIRA MARCOLONGO

    Fiquei muito surpresa com este artigo, me ajudou a me encontrar. Obrigada continue preparando outros. Excelente

    1. Michelle

      Oi Kátia, tudo bem?
      Fico muito feliz em saber que este conteúdo te ajudou. Volte sempre! Obrigada pelo feedback.

Deixe seu comentário